sábado, 5 de outubro de 2013

Compilar o CudaMiner para minerar Litecoins no GNU/Linux

Símbolo do Litecoin
Ultimamente tenho estado encantado com o conceito e a tecnologia por trás do Bitcoin e das moedas criptográficas. Espero poder escrever mais sobre isso neste blog. Se você não sabe o que é Bitcoin e muito menos Litecoin, clique nos respectivos links. Sugiro começar pelo Bitcoin, já que ela foi a primeira moeda virtual que inspirou todas as outras que vieram em seguida, inclusive o Litecoin.

Estava me informando mais sobre como minerar liteconis e li em algum lugar que  o melhor minerador de litecoins para GPUs Nvidia (eu tenho uma GTS 250, já um pouco velhinha...) é hoje o CudaMiner.

Resolvi baixar o programa no GitHub e instalá-lo, para um teste breve. No entanto, o programa não tinha nenhuma documentação de como compilá-lo. Como é horrível tentar compilar um programa que não te informa o mínimo sobre as dependências necessárias e como atingir este objetivo, resolvi documentar aqui o processo para outras pessoas (e eu mesmo) que por ventura venham a tentar fazer o mesmo.

Baixe o programa do GitHub:

$ git clone https://github.com/cbuchner1/CudaMiner.git

O grande problema, neste caso, foi encontrar as dependência que no caso eram os pacotes de desenvolvimento da tecnologia CUDA. Na atual versão do Ubuntu (13.04), eles são instaláveis através de:

$ sudo apt-get install nvidia-cuda-dev nvidia-cuda-toolkit

Feito isso tudo ficará mais fácil :-) Basta tornar o script configure executável e rodá-lo.

$ chmod +x configure
$ ./configure

Compile com make. Isso irá gerar um executável cudaminer na pasta, que pode ou não ser colocado no diretório padrão através de:

# make install

Nos meus testes, o bfgminer estava alcançando uma taxa de 33-36 kH/s e o cudaminer elevou esse patamar para 44-47 kH/s.

Se mais alguém tentar fizer o mesmo, por favor, deixe seus números nos comentários abaixo.

Comente clicando!